ANÁLISE EMOCIONAL DE BIRD BOX

2018 fechou com um filme enigmático, cheio de subjetivismo e ensinamentos: Bird Box. A produção da Netflix ganhou elogios e mostrando a dura vida de quem vive com medo.

Muitos críticos de cinema têm tentado desvendar os mistérios do filme. Mas, o realmente interessante, é que os autores tiveram talento e cuidado de permitir que cada pessoa interprete os elementos do filme à sua maneira.

Hoje, eu vou dar a minha visão. Quero mostrar como Bird Box mostra, ao meu ver, um retrato do que pode estar acontecendo com você neste momento. Vamos lá?

SINOPSE DE BIRD BOX

Antes de tudo, precisamos entender sobre o que estamos falando. Calma, se você ainda não assistiu ao filme, pode ler o artigo despreocupadamente que eu não vou dar spoilers, ok?

De um modo geral, Bird Box se resume à busca desesperada pela sobrevivência. A saga é protagonizada pela premiada atriz Sandra Bullock.

A grande ameaça é desconhecida (ou conhecida, mas sobre isso falaremos em breve). Vemos apenas sombras e compreendemos que quem olha para elas, sendo o desejo de tirar a própria vida. Ai está o perigo!

Você não pode olhar, se não morrerá. E como viver sem olhar para nada?

Além disso, algumas pessoas, já possuídas por… seja lá o que for, tentam obrigar os outros a ver e consequentemente, se matar.

Dramático, não? Mas, Bird box esconde um pouco da nossa realidade.

ANALISE EMOCIONAL DE BIRD BOX

Qual o seu maior medo? É de se decepcionar com alguém, já que seus últimos relacionamentos não deram certo? Ou será de fracassar na escola/faculdade e ser motivo de riso entre os familiares? Tem medo de não conseguir um bom emprego ou de nunca conseguir “ser alguém” na vida?

Esses são sentimentos legítimos e comuns a maioria das pessoas.

Encara – los, ou seja, olhar para eles é uma decisão difícil. Parece que, quando olhamos diretamente nos olhos dos nossos medos, desejamos acabar com tudo, às vezes, até com a própria vida.

E pra mim, é isso que Bird Box está tentando nos dizer.

Acredito que todos os personagens do filme representam o que se passa em nossa mente. Todas as emoções, sentimentos e decisões que temos de tomar. Mostra também a confusão que acontece quando o medo começa a tomar conta da situação.

O medo está sempre a porta. Rondando, esperando uma oportunidade. Além de tudo, ele possui “amigos”, ou seja, ressentimentos que o ajudam a nos perturbar.

Como mecanismo de defesa, assim como em Bird Box, nós passamos a viver vendados. Sempre evitando entrar em contato com aquilo que nos amedronta.

Passamos a viver na defensiva, sempre pensando apenas estar vivo no dia seguinte, sem grandes expectativas.

A ORIGEM DO MEDO

Em Bird Box, a tal criatura começa a invadir as cidades sem motivo aparente. Mas, em nós, a situação é diferente.

O medo de causa, as vezes tem nome e sobrenome também.

Uma pessoa que foi abusada sexualmente na infância, geralmente, após adulta, tem medo de se relacionar com alguém. O trauma dela começou com o abuso, e pode perdurar por décadas.

Um empresário que investiu tudo e faliu, pode desenvolver o medo de arriscar e nunca alcançar o sucesso desejado.

São muitos os exemplos que eu poderia dar, mas peço que você reflita e chegue a origem do seu medo. Quando esse sentimento destrutivo passou a fazer parte da sua vida? Qual foi o motivo?

A VENDA NOS OLHOS

A venda nos protege das situações de conflito, afinal é muito mais fácil evitar o medo do que lugar contra ele. Não olhe. Não enfrente. Não viva.

E não é justamente assim que nos comportamos? Às vezes, preferimos não ver a dor e nem os gatilhos dela. Isso nos traz certo conforto, mas não resolve o problema.

E, afinal, o que resolve?

COMO SOBREVIVER AOS MONSTROS DE BIRD BOX

Como sobreviver aos medos? Não olhando pra eles, talvez você diga.

Mas, não. Essa não é a resposta.

Se você já viu o filme, sabe como ele termina. E, interpretando e tentando não dar spoilers, digo que ali está um grande segredo.

A chave da questão é viver olhando para aquilo que realmente importa. Não é fugir, é superar. É crer que há sempre algo melhor, no futuro e não no passado.

O passado sempre estará lá, tentando te acusar. Mas, o futuro ainda precisa ser escrito. E quando você decide olhar para os lugares certo, crescer com cada situação e não viver a mercê do medo, o mundo pode ser lindo, cheio de flores, pássaros e vida.

COMO SUPERAR O MEDO?

Aqui está aquilo que o filme Birb Box não ensina: como superar de fato!

Suas emoções podem te impulsionar para chegar ao sucesso ou te levar ao fracasso, basta fazer as escolhas certas.

Não é fácil, mas quando aprendemos a lidar com as situações, nos tornamos professores na arte de domar o medo e viver o mais alto nível.

Quer aprender? Então aqui vai uma boa notícia!

Eu fiz um ebook GRATUITO falando justamente sobre isso e você pode baixar aqui!

Leia e depois me conte o que achou, tá bom?

Um beijo no seu coração do Jardineiro Sonhador!

Compartilhar com seus amigos...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *